Leia 66 livros por ano! Saiba como

Leia 66 livros por ano! Saiba como.

Posso entender alguns dos motivos que levam brasileiros a dizer que não gostam de leitura. O problema é antigo: muitos foram do analfabetismo à TV, e agora à internet, sem passar pela biblioteca.

O que passou a imperar foi a seguinte mentalidade: por que perder tanto tempo cansando a mente, imaginando as cenas escritas em um livro, se é muito mais prático e barato assistir a um filme, a um documentário, ou mesmo acessar os canais no Youtube? Por que ler livros?

Alguns colocam a culpa no analfabetismo, ao passo que outros a põem nos currículos escolares – que falham nas escolhas do material, e tornam o contato dos alunos com os livros uma experiência enfadonha. Enfim, a começar pela família, até chegar ao Estado, somos acusados de não termos desenvolvido uma cultura de incentivo à leitura, e as estatísticas reforçam esse quadro. Dados da pesquisa feita pelo Instituto Pró-Livro revelam que 44% da população não lê, e que 30% nunca comprou um livro. A média de obras lidas por pessoa por ano é de apenas 4,96.

As pesquisas apontam para outro aspecto significativo: a Bíblia, e outras obras religiosas, representam uma expressiva parcela no aumento do índice de leitura de livros não acadêmicos no Brasil. Considerando que a Bíblia, conforme o nome sugere, é uma coleção de livros, um cristão, no mínimo, lê 66 livros por ano – pelo menos é o que deveria ocorrer!

Um cristão deveria ler a Bíblia pelo menos uma vez por ano. Mas, se você tem dificuldade para seguir aqueles programinhas de leitura anuais, faça o seguinte: deixe-os de lado! Sim! Comece lendo qualquer livro da Bíblia, pois toda Escritura é inspirada por Deus (2 Tm 3:16). Comece a leitura e vá até o fim. Sinta-se livre para avançar a leitura sobre aqueles trechos que são repetidos, como, por exemplo, genealogias e censos. Isso, contudo, sem displicência, tendo cuidado de observar se há alguma informação nova no conteúdo.

Você não precisa dividir a leitura em 365 partes iguais e seguir “batendo metas” como se fosse uma rotina enfadonha. O salmista exclama: “Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo o dia!” (Sl 119:97). Se amarmos a lei de Deus, certamente buscaremos nela a nutrição diária necessária para a nossa alma. Então, ler pequenas porções regularmente é melhor do que longos períodos sem leitura nenhuma.

Considere que temos um problema estrutural de falta de leitura, mas não se acomode! Lute contra isso! Aproveite o tempo de espera nas filas do banco ou do consultório e leia a Bíblia. Veja menos conteúdo das redes sociais e invista esse tempo na leitura. Posso entender porque muitas pessoas não gostam de leitura. Não consigo aceitar quando isso é dito por cristãos. Afinal de contas, o nosso Senhor não deixou uma série no Netflix como revelação de sua pessoa e obra de salvação. Talvez a sua negligência revele o desinteresse pelo Autor e pelas informações presentes em sua obra.

Bruno Souza

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *